NOVO HOST EM WWW.CLAUDIAVIEIRA.ORG

Posts

Quarta-feira, 24 de Março de 2010

Grávida de uma menina, a quem vai chamar Maria, a actriz diz-se preparada para ser mãe. Revela que quer o namorado consigo no parto e já se imagina a dizer o 'SIM'

Já só pensa na filha, a quem vai dar o nome de Maria.Grávida de sete meses, Cláudia Vieira tem-se aconselhado com a mãe e com todas as outras mães, que não hesitam em partilhar experiências. Deixou de trabalhar para dedicar a si e à filha, que vai nascer em Maio.Diz-se preparada para este novo papel, o de mãe. No entanto, revela algumas preocupações, até porque não há um manual para educar.Apenas tem a certeza de que os valores que lhe ensinaram, e tomou para si, são os certos e é com eles que quer educar Maria, fruto do seu amor com o actor, Pedro Teixeira.Em Mondim de Basto, no Água Hotel, a futura mãe, de 31 anos, revelou como tem vivido estes últimos meses e quais os planos que tem para o futuro, que passam também por cuidados ambientais acrescidos.Foi, aliás, esse facto que a levou a aceitar o convite do grupo Água Hotels, do qual a actriz é rosto, onde conversou com a Flash...

Como é que tem estado a correr a gravidez?
Até agora, estou a ter uma gravidez muito tranquila. Não sei se as complicações podem surgir no final, mas até aqui, tem corrido muito bem.

Normalmente, são os três primeiros meses os mais sensíveis.
Realmente, no final do terceiro mês, tive ali duas semanas de enjoos e um bocadinho de mal-estar, mas foi muito repentino e passageiro.

Durante 'Ídolos', a produção foi tendo cuidados especiais consigo.Sentia-se cansada?
O cansaço que sentia era relativo.Para o ritmo com que andava era perfeitamente justificável.Sinto-me ágil, mas não me sinto uma grávida que tenha de estar sempre sentada ou sempre em repouso.Pelo contrário, sou obrigada a pensar em parar.

Já decidiu quanto tempo vai parar profissionalmente? Ou vai esperar que a Maria nasça e depois decide?
Vou esperar! Há uma coisa que desejo: é que este mês e meio, dois meses, sejam dedicados a mim, à minha gravidez e à minha filha.Por isso, vou agora afastar-me até ao dia do parto.Depois, é óbvio que há ali um tempinho mínimo, mas não está definido quanto. Não sei se vou estar dois, três ou quatro meses em casa. Vai tudo depender de projectos que surjam. A única coisa pela qual vou lutar, é para que a Maria me acompanhe no meu lado profissional.Não seria a primeira a ter a filhota atrás...

"Considero que sou actriz"

No entanto, esteve no Campo Pequeno no início da digressão 'Ídolomania'.
Foi por amizade aos concorrentes, ao João (Manzarra) e à produção.Quis estar presente nesta fase de arranque da digressão, para dar-lhes um beijinho e desejar boa sorte.

Que importância teve o programa na sua carreira?
Um dos aspectos fundamentais foi ter experimentado uma actividade totalmente diferente daquela que vinha a desempenhar em televisão, a apresentação.Nesse aspecto, foi um programa muito completo para quem estava a começar.Tive de entrevistar pessoas e não tinha qualquer tipo de experiência nisso, fazer os pivôs de apresentação e, finalmente, a apresentação de um programa em directo.

Uma estreia em cheio.
Foi uma experiência totalmente enriquecedora, porque nós não podemos querer fazer tudo.Temos que nos focar na área em que trabalhos e eu considero que sou actriz.No entanto, não podemos virar as costas a convites que façam a nossa carreira mais abrangente. No fundo, foi isso que senti ao ter esta experiência.A única exigência que fiz foi que existisse evolução. É óbvio que eu não ia ser uma apresentadora fabulosa, iam existir falhas, mas queria que evoluísse enquanto apresentadora dos primeiros programas para o final. E isso foi conseguido.

E pessoalmente, de que forma a marcou?
Conheci pessoas fantásticas, uma produtora que não deixava nada aquém das expectativas do programa. Tivemos concorrentes fabulosos, com dez finalistas fantásticos.Chegámos com um trio de finalistas maravilhosos e muito distintos, o que fez com que o programa fosse um sucesso.Estar presente num projecto com o sucesso deste foi muito importante para a minha carreira.

Referiu ser actriz.Quer dizer que gostou da experiência como apresentadora, mas não está disponível para repeti-la?
Agora posso dizer que sou uma actriz/apresentadora (risos).

Tem então vontade de repetir a experiência?
Fiquei com vontade de repetir, de voltar a ter outras experiências na apresentação, mas sem me distanciar da representação.Tem de ser uma coisa doseada.

Tem contrato com a SIC até quando?
Até ao final de 2011, ou seja, por mais um ano e meio.

"Estou preparada para ser mãe"

Prestes a ser mãe, vai voltar a ser tia outra vez?
Isso é daquelas coisas que acho que é extremamente desagradável, porque se eu vou voltar a ser tia parte da família pode não saber.Por isso, prefiro não comentar, é sobre a vida do meu irmão, e não se justifica estar a falar disso numa fase tão prematura.

Sente-se preparada para o novo papel de mãe?
Ser mãe é uma mudança na vida de uma pessoa, todos o dizem.Comigo não será diferente.Considero que estou extremamente preparada para ser mãe, mas acho que educar uma criança não é fácil.Não há uma regra específica, nem um manual e isso assusta sempre, porém, estou atenta e vou tentar passar à Maria aquilo que me passaram a mim, que não foi nada mau.

Como as preocupações ambientais...
Já é uma questão de família.Todos fazemos reciclagem para um ambiente melhor.

Foram essas preocupações que a levaram a aceitar ser imagem deste grupo hoteleiro?
Sim. É incrível a forma como eles tiveram essa consciência ambiental na construcção deste projecto. Não só desejaram explorar uma excelente paisagem, mas enquadrar a construção respeitando uma série de aspectos da natureza.

Voltando à gravidez, aconselha-se com a sua mãe?
Aconselho-me imenso com a minha mãe e com todas as mães, de uma forma geral.

Abordam-na para lhe dar conselhos?
As pessoas vêm ter comigo, sim. Além de desejarem que seja uma hora pequenina, acabam sempre por dar uma ou outra dica.

Aos sete meses de gravidez, mantém-se em grande forma.Algum segredo?
Nem sei muito bem como, porque tenho comido mais.Aliás, como tudo o que me apetece e faço menos ginásio (risos) .

Costuma pensar no parto?
Não penso muito.Até então, não tem sido uma preocupação.

O pai, Pedro Teixeira, vai assistir?
O mais provável é ele estar ao meu lado.Será quase impossível ele não assistir ao parto.

A Cláudia e o Pedro têm planos para casar?
Há já algum tempo, que faz parte dos nossos planos casar. É uma coisa que temos vindo a adiar, porque não era importante.Para mim, era mais importante ser mãe do que casar, mas agora faz. Temos vindo a adiar o casamento, porque o nosso ritmo de vida também não o permitia.Talvez agora com um ritmo mais calmo se penso um bocadinho melhor nisso (risos) .

Pensa no dias do seu casamento.Imagina-o?

Imagino-me a ter esse dia, sim.Acredito que vou ter esse dia.

 

(Clica na foto para veres a galeria)

 

 

In Flash

publicado por ClauVieira às 23:12

Esta fantastica =)
Tudo_Sobre_Vanessa_Hudgens a 25 de Março de 2010 às 09:23